Endodontia

Voltar

Sobre a especialidade

A Endodontia é a área da Medicina Dentária que se dedica ao tratamento das infeções que afetam a parte interna do dente (polpa dentária, popularmente designada de “nervo do dente”). O tratamento mais frequente é o tratamento endodôntico (desvitalização), que diz respeito à remoção do nervo dentário e desinfeção do interior da raiz. Em infeções mais extensas ou que não conseguem ser tratadas pela desvitalização convencional, pode estar indicada cirurgia apical, onde a infeção é tratada diretamente na extremidade da raiz.

Como se faz uma desvitalização ou tratamento endodôntico?

A desvitalização inicia-se, idealmente, pelo isolamento absoluto do dente a tratar. Em seguida, é removida a cárie ou materiais de restauração antigos e o “nervo”. Depois, o interior da raiz é limpo com a utilização de limas e desinfetado com uma solução apropriada. No final, o interior é preenchido com uma combinação de materiais que impedem a entrada de bactérias.

O que é isolamento absoluto?

O isolamento absoluto é uma técnica que permite ao Médico Dentista isolar o dente a tratar dos restantes, através da colocação de um lençol de borracha. Desta forma, é possível impedir que as bactérias contaminem o local através da saliva ou sangue.

Um dente desvitalizado pode doer?

Quando o tratamento endodôntico é bem realizado e com isolamento absoluto, não é normal o dente doer. Se isso acontecer pode significar que as bactérias voltaram a entrar no canal radicular ou que existem bactérias resistentes aos desinfetantes utilizados. Nestas situações, pode estar indicado o retratamento endodôntico (nova desvitalização) ou cirurgia apical (acesso à extremidade da raiz).